terça-feira, agosto 31, 2010

Capa do futuro novo álbum dos Legion of the Sadists


sábado, agosto 28, 2010

Concerto no Algarve

Tocam as bandas portuguesas de música Oi! - Facção Opposta e a banda de hardcore algarvia Betão Armado. Vale sobretudo pela iniciativa, um festival de música Oi! em terras Ibéricas, é sempre de louvar aos céus...
As outras duas bandas vêm de Espanha e praticam um som na linha Oi! Street Punk.

Espreitem os Facção Opposta no myspace , a banda lançou recentemente um álbum repartido com a banda brasileira Street Punk Mão de Ferro:

sexta-feira, agosto 27, 2010

METALADA DA BÉLGICA

Zundapp Speed Kings - Rock N´ Roll da Pesada




Fiquem com o tema «Dizem que é rock» tocado ao vivo no festival Lança Chamas

A banda que conta com vários membros da banda promessa do heavy metal Midnight Priest, vai entrar brevemente num estúdio na cidade do Porto para gravar aquele que será o seu primeiro álbum de originais.

quinta-feira, agosto 26, 2010

Festa no Metropolis


Legion of The Sadists ao vivo no Festival Brenha a Arder !!!












Legion of The Sadists em estreia com a nova formação :
Marion Cobretti - Vocals
Stash (Zé Abutre)- Solo Guitar
Pita- Lead Guitar
Flesh- Bass
Peter Panzer - Drums
O line up novo engloba membros das seguintes bandas:
Midnight Priest, Leather,Dawnrider,Subcaos,Zundapp Speed Kings,Clockwork Boys etc...
Vídeos e mais fotos do concerto brevemente disponíveis !!!
* Fotografias da autoria de João Condesso
* Todos os direitos reservados

domingo, agosto 22, 2010

Faleceu Fernando Serpa ( Kú de Judas)

Ontem recebi a triste noticía da morte de um amigo.
Foi baixista da conhecida banda punk dos anos 80, os Kú de Judas.

O punk está de luto !!!

Que a sua alma descanse em paz ...

Reportagem sobre Festival Brenha a Arder

Ontem foi segundo dia do Festival Brenha a Arder, onde os Cyco Lolitas substituiram os Vietkongs ou qualquer merda do género no cartaz.
A primeira banda do festival foram os Cyco Lolitas que têm uma baterista na banda, o que é sempre bom de assinalar.
É porreiro ver mulheres a envolverem-se na música. O som deles era muito inspirado no hardcore dos Suicidal Tendencies do começo, e em mais alguns nomes do hardcore americano.

De seguida vieram os Zundapp Speed Kings, no myspace a banda não soa tão bem, mas ao vivo são uma banda que tem piada e possui bastante energia.
Tocam um rock xunga cantado em português numa linha de NZZN . O guitarrista ritmo (Possessus), estava completamente possuído e bebâdo demais, e caíu para cima do amplificador desligando o som por duas vezes, à segunda foi mandado sair do palco pelo vocalista da banda. Aleluia!!!
E finalmente o concerto deles pôde prosseguir sem mais falhas técnicas e demoras.
Zundapp Speed Kings foram das bandas mais engraçadas do Festival. O guitarrista solo deles toca comigo nos Legion of the Sadists e o vocalista deles é o organizador do certame Brenha a Arder, desde já um obrigado público por toda a simpatia e atenção dispensada a mim e aos Legion of the Sadists, correu tudo super bem.
A comida e bebida do Festival estavam óptimas, adorei a feijoada e o vinho tinto .

Um Bem- Hajas Beto !!!

Depois acho que vieram os Cães Danados, nem vou dizer nada acerca deles porque não vi o concerto, fiquei lá fora a fumar umas ganzas e a beber e a conviver com o pessoal da minha banda. Estavamos no aquecimento ...
Depois seguiram-se os Amazing Flying Pony, o som deles era mais virado para a New Wave e por vezes para a cena Indie, a vocalista tinha uma voz que lembrava-me a Beki Bondage dos Vice Squad.
O som era bem tocado e a banda possuí qualidade, mas são uma banda cuja sonoridade não faz parte das minhas preferências.
A vocalista deles dava era uma boa vocalista de punk rock, a voz dela lembrava-me X-Ray Spex, Avengers, Penetration, ou Vice Squad.
Os v8 Bombs surpreenderam-me muito, e ao vivo brilham.
Tocam bem e fazem um rock n´roll á abrir na linha de Motorhead.
No myspace têm temas antigos que não ilustram a qualidade e a verdadeira força da banda, por isso fiquei surpreendido e impressionado com o concerto deles. Nota 10 !!!

O mesmo não posso dizer dos Black Bombaim, se bem que o som destes era mais na onda de Black Sabath, doom e por vezes experimental. Não têm vocalista e acho que isso prejudica sériamente a banda, por vezes o som torna-se enfadonho, sobretudo nos temas com maior duração. Musica apenas instrumental só gosto de música surf ou de música clássica.
Depois fomos nós a tocar, apresentei os Legion of The Sadists, e tive a minha estreia como vocalista da banda. Ainda brinquei e disse que íamos lá tocar umas baladinhas de rock, depois falei a verdade e disse que estávamos ali para pregar o evangelho do punk rock.
Não decepcionámos, mas é prejudicial eu ainda não saber as letras todas e ter de recorrer a cábulas coladas no palco, letras que um punk qualquer quando subiu ao palco, pisou e rasgou sem querer. No final do nosso concerto deu-lhe qualquer cena na telha e rasgou mesmo as letras todas. ahaha
No encore apenas tocámos a malha antiga chamada Nazty Venus/Ela é tão Nazi, hoje em dia é o novo título da música e trata sobre uma relação sado masoquista.
Acho que démos um bom concerto mas que podemos e vamos fazer bem melhor nos próximos concertos quando eu tiver com mais ensaios em cima.
Apenas tive 3 ensaios até à data do concerto, por isso eu precisei de ter as letras todas coladas no chão do palco.
Assim que eu interiorizar as letras também vou conseguir cantar bastante melhor e com uma técnica vocal mais apurada e mais solta também. No final só me pediam pra tocar temas da minha outra banda , como por exemplo A minha Lili Marlene ou a cover dos Aqui D´el Rock ( esta então nunca a tocámos ao vivo), pedido que era impossível ser correspondido.
Futuramente vamos tocar o Casino isso podemos prometer, é uma malha fodida, além de ser um tema que encaixa bem no reportório dos Legion of the Sadists.

Tiraram-nos bastantes fotos e em breve irei públicar algumas delas pelos myspaces e aqui no Blog também. De seguida tocaram as Baton Rouge, se no começo o concerto me prendeu a atenção por serem temas mais punk rock, mais a meio perdi-a quando começaram a tocar cenas mais electro e incluíram orgão. Não é definitivamente a minha onda, o som electro.

Houve ainda muito circo na residencial onde ficámos instalados e tiraram-me umas quantas fotos a fazer merdas à GG que me vão fazer dar umas risadas valentes.

O vocalista dos Dokuga estava presente no festival e ofereceu-me o split cd deles com Motornoise que foi editado recentemente, e sinceramente gostei bastante do que ouvi.
Dokuga no género Crust Punk, na minha opinião é das melhores bandas do género em Portugal.
Destaco do cd os temas Tempo de Lutar e Velha Senhora, são Crust Punk bem esgalhado.
A banda hoje em dia bebe mais influências no Crust da Suécia, e o som está numa linhagem mais à Driller Killer. No começo era mais básico e crú o som da banda, e bebiam mais influências às bandas do Crust Japonesas. O tema da demo «Cicatriz» continua ainda assim a ser o meu tema preferido da banda. Se bem que estes temas do cd estão muito mais bem tocados e a produção está excelente. São uma banda que eu gostava de ver ao vivo .

Os Motornoise viajam por sonoridades mais punk rock, no entanto mais rock n´roll punk agressivo e por vezes até a dar para o punk mais core.
Melhoraram bastante neste cd, o àlbum de estreia deles não estava tão bem produzido.
Também há alguns temas na parte do Cd dos Motornoise que merecem destaque.
Aconselho os nossos leitores a encomendarem este split cd ás bandas porque merece bem a pena ser ouvido.

«Dizem que é Rock é bom, dizem que tenho o diabo no corpo...»

Zundapp Speed Kings

sábado, agosto 21, 2010

Não se esqueçam é hoje !!!


Vai ser a minha estreia como vocalista dos Legion of The Sadists (antigos The Sadists ).
Estamos prontos para dar um grande concerto, por isso apareçam que vai valer bem a pena.

Já agora fiquem com o alinhamento/tracklist do nosso Concerto :

1- Carne e Ossos (Flesh and Bones)

2-Ela é tão Nazi (Nazty venus)

3-Vidas Sujas

4-Gajo Foleiro

5-Nas Garras do Lobo ( Hi Heel Heaven)

6-Facadas No Coração ( Today your Love tomorrow your Hate)

7-Heroína Deusa Mãe

8-Fim do Mundo (Soundtrack of Doomsday)

9-No Tomorrow

10-Sede de Pecado

11-Savage/Selvagem para ti ( Cover dos Fun Things )

O Circo vai pegar Fogo !!!

sexta-feira, agosto 20, 2010

Um tema Brutal dos Automatics !!!

É o vocalista original dos Automatics (Dave Philip) a cantar com a banda The Stiffs .

Mais informações sobre esta excelente banda do punk rock da década de 70 Irlandês pesquisem aqui no blog .

domingo, agosto 15, 2010

Am i Demon? oh yes i AM !!!

Clássicos da Espanha !!!





Punk Rock da Espanha (Clássicos)







TRUST me !!! This is Good RnR



Rock N´Roll à Homem prá Rapaziada !!!

Maradona Recomenda :

sábado, agosto 14, 2010

Vídeos cheios de jogo !!!









Portugal também teve grandes bandas de Punk Rock e aqui temos a prova disso...
Também é verdade que tiveram de emigrar para o estrangeiro para terem o reconhecimento que tiveram. Isto porque infelizmente somos um País um bocado azeiteiro no que respeita à música,e não me refiro apenas às bandas do " mainstream ".
É mais fácil uma banda má vingar nas chamadas "cena" punk ou rock em Portugal, ou ainda noutra cena qualquer, do que uma banda com qualidade.
O mau gosto generalizou-se e infelizmente por aqui impera, e depois ainda existe o factor cunha.
Quem não viu esta banda ao vivo, não sabe aquilo que perdeu .
Lembravam bandas clássicas como os The Boys , The Clash, The Damned, ou até mesmo Sex Pistols.

Punk Rock Australiano







sexta-feira, agosto 13, 2010

Trash Nacional

Midnight Priest ao Vivo

Heavy Metal de qualidade da cidade de Coimbra, com um membro integrante dos Legion of The Sadists.

www.myspace.com/midnight priest

Australian Rock




Banda da qual fazia parte o falecido músico Pete Wells, que viria posteriormente a fundar os Rose Tattoo, sendo sobejamente reconhecido internacionalmente pela sua maneira de tocar slide guitar. Podem fazer o download destes álbuns nos seguintes links:



http://depositfiles.com/pt/files/17g1a877e

Xungaria do Metal


terça-feira, agosto 10, 2010

Um grande tema sobre o Natal ...

Já há algum tempo que eu queria postar aqui este vídeo e só agora o voltei a descobrir no youtube. Tudo bem que vem um bocado fora de época por ser um tema natalicío, mas isso não importa porque é um grande tema, e ainda por cima interpretado por dois nomes grandes da música, Charlie Harper dos Uk Subs e Captain Sensible dos The Damned. Enjoy !!!

Há que violentar o sistema (Clockwork Boys)

Este vídeo já tem uns anos, e é da época em que os Clockwork Boys gravaram uma versão dos Aqui D´El Rock junto com os seus fundadores, isto por volta de 2005 ou 2006.

A montagem do som sobre a imagem não é a melhor, mas ainda assim dá bem para curtirem.

Temos mais um vídeo para carregar dentro em breve no youtube ou nos vídeos do myspace.

Esse outro vídeo é do tema Tenho o Diabo no Corpo, contém imagens captadas ao vivo em Sevilha e é um vídeoclip a preto e branco.

Fica o agradecimento ao nosso colaborador do blog Eduardo pela montagem do vídeo.

Etiquetas: ,

Asylum Kids - South African Punk Rock

domingo, agosto 08, 2010

ANL



Os Deuses do Crust Metal



Tracks:

1-I.C.B.M
2-The Power Remains
3-Chain Reaction
4-Last Will And Testament
5-Nobodys Driving
6-Fallen From Grace
7-Arise
8-Drink And Be Merry

Death Rock



Johnny Trotil !!! Single para download !!!

sábado, agosto 07, 2010

Pagans - Cleveland Punks


Originários de Cleveland, os Pagans tiveram o seu começo em 1977.
Eram então liderados pelo vocalista Mike Hudson e completavam a sua formação o guitarrista Mike Metoff, também conhecido por Tommy Gunn, o baterista Brian Hudson e o baixista Tim Allee. Esse quarteto tocou junto até meados de 79 e gravaram pelo menos oito singles em vinyl, mas nenhum LP completo. A partir de 1980, a formação original desfez-se, mas ainda assim Mike Hudson conseguiu seguir em frente com a banda, embora tivessem frequentemente a ter entrada e saída de membros constantemente .
O som dos Pagans mesmo assim continuou num bom nível, embora não tão criativo como nos primeiros anos. A banda terminou definitivamente a sua actividade por volta de 86 ou 87.

A história dos Pagans está inserida no livro «Diary of a punk - life and death in the Pagans» , publicado pela Tuscarora Books e escrito pelo próprio Mike Hudson, que veio a tornar-se jornalista. Em 1986, a Treehouse Records lançou um LP, intítulado Buried Alive, que reúne os sete primeiros singles da banda . Além desse disco, surgiram ainda diversas coletâneas e gravações ao vivo.

Podem fazer o download do CD «Everybody Hates You» no link abaixo.

LINK : http://www.mediafire.com/?1rx1yb2e4e2

Myspace da banda : http://www.myspace.com/pagansclepunk

Ron Asheton´s New Order


Os NEW ORDER, foram uma banda formada após o fim dos Stooges por Ron Asheton , e contavam com mais alguns ilustres da cena musical americana na sua formação, tais como o baterista Dennis Thompson (ex-MC5), o baixista Jimmy Recca ( foi também segundo guitarrista dos Stooges no àlbum Raw Power), além do guitarrista Ray Gunn e do teclista Scott Thurston e o vocalista Jeff Spry.
«...we are the rock n´ roll soldiers , rock n´roll keeps you alive »

CRIME


Banda californiana nada convencional dos anos 70. Apesar de soar e ter todos os elementos que os caracterizavam como punk ou underground, os Crime desde o início rejeitaram qualquer classificação. Declaravam-se como uma banda de rock'n'roll e nada mais além disso.
Esta postura acabou por afastá-los dos primeiros punks que procuravam organizar um "movimento" na Costa Oeste dos EUA, ainda que em 1978 tenham tocado em redutos dos punks, ao lado de bandas como Avengers, Dils e Negative Trend.
Arrogantes - só aceitavam dividir o palco desde que fossem a banda principal, acabaram odiados pela maioria das outras bandas de San Francisco e Los Angeles.
Sem dúvida, uma atitude punk demais para os próprios punks. ah ah

O núcleo da banda era formado pelo vocalista e guitarrista Frankie Fix e o guitarrista Johnny Strike. A primeira formação tinha o baixista Ron Ripper e o baterista Ricky Tractor.
As baquetas tiveram ainda, na sequência, Brittley Black e Hank Rank.
O som dos Crime é garage rock'n'roll básico, pesado e primitivo (e o que é o punk rock?). Algumas "canções" são mais a puxar para o rockabilly, com temas ofensivos, sadomasoquistas e sobre criminosos, claro. Costumavam apresentar-se com uniformes da polícia de São Francisco e um dos pontos altos da sua curta carreira (1976-1980) foi um concerto na penitenciária de San Quentin, em setembro de 1978.
Este concerto ficou registado em um raro vídeo independente da Targetvideo. (Procurem aqui no blog que eu postei esse video há muito tempo atrás).
Oficialmente, lançaram três singles em vinyl de 7" polegadas . O primeiro deles saiu em 1976 com as músicas Hot wire my heart e You're so repulsive, com uma gravação totalmente amadora e cheia de falhas. O segundo single já saiu com uma qualidade melhor, com Frustration e Murder By Guitar. UM CLÁSSICO. O terceiro e último, com Gangster Funk e Maserati já mostra uma banda diferente, ainda agressiva, mas claramente à procura de outros rumos musicais.
Em 1982, Strike deixou os Crime, que já tinham muita dificuldade para agendar concertos e foi o fim da banda. Strike passou a dedicar-se à literatura e teve um livro (Ports of Hell) públicado em 2004 (Headpress). Frankie Fix tentou reunir a banda no início dos anos 90, mas sem sucesso, devido à recusa de Strike. Em 1996, Fix morreu, muito provavelmente devido ao abuso de drogas que o deixaram extremamente fraco. Em suma, não há Crime perfeito.
Baixem aqui Piss on your turn table, um dos muitos piratas que saíram após o fim da banda, contém os três singles e várias músicas de um ensaio em estúdio perfazendo um total de 23 músicas.

Um LP super clássico do punk Brasileiro

Vídeo dos Germs retirado do documentário Decline of western civilization

Livro: Sniffin´ Glue and Other Rock N´Roll Habits


Mark Perry foi o inglês que em 1976 lançou ao mundo o seu precário mas influente fanzine, Sniffin' Glue. Os números da fanzine começaram em tiragens de apenas 50 cópias e mais para o fim já circulavam tiragens de 15.000 cópias.

A fanzine durou apenas 12 edições, mas foram mais que suficientes para ficarem na história como uma das fanzines mais famosas de sempre.

Recentemente, em junho de 2009, foi lançado pela Omnibus Press "Sniffin' Glue: And Other Rock 'n' Roll Habits" da autoria de Mark Perry.

O livro possui 208 páginas e faz uma retrospectiva da primeira geração punk.

Para os coleccionadores a edição traz um aperitivo especial, pois contém todas as doze edições da fanzine Sniffin' Glue.


Experimentem tentar encomendar um exemplar deste livro na Fnac, talvez seja possível adquirir através deles.

Compilação dos Plasmatics


PLASMATICS

PAÍS: EUA
ESTILO : HEAVY METAL/PUNK

COLECTÂNEA DOS PLASMATICS LANÇADA APÓS A MORTE DA "SUICIDAL MANIAC" WENDY WILLIAMS!!!
ESTA COLECTÂNEA ENGLOBA VÁRIAS MÚSICAS DE TODAS AS FASES DA BANDA.


DOWNLOAD THIS YOU PUSSIES !!!


Co-fundadora e "razão de ser" da banda Plasmatics, Wendy Orleans Williams, mais conhecida pelas suas danças de topless e filmes porno, já esteve no topo do rock com as suas performances artísticas. As apresentações dos Plasmatics podiam ser consideradas literalmente explosivas, pois Wendy Williams em palco era a certeza de show total.

Wendy foi recrutada para os Plasmatics por Rob Swenson, com quem ela trabalhava em filmes porno e em shows de sexo explícito em clubes ou peep shows da cidade de Nova York.
Durante vinte anos, Rob Swenson deixou de ser seu director para passar a ser companheiro, mas eles nunca se casaram. Logo após o fim dos Plasmatics, ela abraçou uma carreira artistíca a solo e lançou três álbuns (um deles produzido por Gene Simmons dos Kiss).
Além disto ainda participou em alguns filmes e séries na televisão, mas sem sucesso.
Em 1987 Wendy Williams voltou- se a reunir com os integrantes dos Plasmatics, para juntos produzirem "Maggots: The Album".

Wendy tinha uma grande atitude em palco e em muitos concertos dos Plasmatics conseguia levar o público ao extâse total. Muitos dos concertos dos Plasmatics incluíam longas sessões de destruição.

O primeiro álbum dos Plasmatics, 'New Hope For The Wretched', é um clássico absoluto, e ficou classificado entre os vinte melhores álbuns punk de todos os tempos (segundo a revista Billboard). 100% de ACORDO !!!

Wendy e Swenson mudaram-se para Storrs, Connecticut (EUA), em 1995.
No dia 7 de abril de 1998, Swenson voltou para casa e encontrou Wendy morta.
Swenson encontrou em casa um pacote cheio de cartas que ela lhe havia escrito.
Nesse pacote havia também várias letras de músicas, algumas sementes e outros objetos pessoais. Por vários anos, Wendy sentiu que havia alcançado o auge da sua vida e que era difícil demais viver num mundo em decadência. Encurralada pela vida, Wendy cometeu suicídio com um tiro na cabeça. Quando morreu, Wendy tinha apenas 48 anos de idade.

SITE OFICIAL DOS PLASMATICS :

http://www.plasmatics.com/




Slash e Angry Anderson numa Jam especial para a MTV Australiana

Um Clássico do Rock n ´Roll

sexta-feira, agosto 06, 2010

WHOLLE LOTTA ROSIE

A MÚSICA DE ENTRADA NO RINGUE DO "LENHADOR".

ESTOU A FALAR DO GIGANTE HOLANDÊS PETER AERTS, UM DOS LUTADORES DO K1, E UM DOS MELHORES LUTADORES DE SEMPRE DESTA MODALIDADE .

AQUI FICAM ALGUNS DOS MOMENTOS ALTOS NA CARREIRA DE PETER AERTS.

JUST A LITTLE BIT OF ROMANCE...

UM DISCO IMPRESCINDÍVEL

Raridades

Punk Rock de boa safra



Um Dvd Obrigatório

terça-feira, agosto 03, 2010

Um disco obrigatório do Hardcore Punk

Isto é o Inferno na Terra

Que puta saudade...

Mulher no Brasil é fodido, 40 dias ainda , aí então é pior...

Caros amigos e leitores, podem acreditar ou não, aqui há duas semanas atrás, quase ganho 15 milhões de euros no euromilhões. Acertei 3 numeros e as duas estrelas, o mais engraçado é que os dois números que me faltavam eu tive mesmo mesmo para os jogar.

De repente decidi mudar de ideias e em vez do 13 fui pôr o 14, e em vez do 46 fui meter o 39. A vida é fodida ...

Em lugar de ganhar pelo menos 7200 euros,arghhh ganhei apenas 93€.

Se eu soubesse... hoje estaria milionário e manipulava a indústria músical em Portugal. aahahah

Gimme this Gimme This Gimme thisssss!!!

Um fookin Record ...


VILETONES - Se o mundo se assustou com o comportamento dos Sex Pistols em Londres, a sorte é que os holofotes não se viraram para Toronto. Os Viletones certamente causariam ainda mais indignação. Um artigo do jornal Record Week descreveu o grupo como "a resposta cultural do Ocidente para Idi Amin Da Da" (para quem não sabe, Idi Amin era presidente de Uganda e tinha manias "estranhas", como comer carne humana e guardar partes dos corpos dos seus desafectos em frigorifícos...).
Tal afirmação tinha como base o perfil do vocalista que no palco - e fora dele, também, destilava raiva, ódio, violência extrema, autodestruição, escatologia e... simpatia pelo nazismo!
Sim, Steven Leckie adotou o pseudônimo "Nazi Dog", usava suásticas e dizia não apenas ser admirador H. Himmler, mas também descendente do número um das SS de Adolph Hitler.
E orgulhava-se disso. Óbvio que tal comportamento é abominável até mesmo entre os punks. Mas a questão não era ideológica. Steven demorou um pouco a perceber o quanto estava a ser ingénuo ao promover o nazismo. A sua verdadeira intenção era causar o máximo de repulsa que pudesse nos mais velhos e incitar a violência no seu público. Conseguiu, claro.
Mas já na virada de 77 para 78, depois de assistir ao filme Holocausto, tocou-se da parvoíce e deixou o apelido e a propaganda nazi de lado. Diz a lenda que ele teria sofrido ameaças de morte por parte do serviço secreto Israelita, o que facilitou ainda mais a decisão de mudar o discurso.
Nazi Dog era desprezível, mas era também um soco no estômago da sociedade Canadiana e o som dos Viletones um pontapé na pasmaceira musical que predominava então naquele país.
Os outros integrantes do grupo eram o guitarrista Freddy Pompeii, o baterista Mike "Motor X" Anderson e o baixista Jackie Death (que ficou pouco tempo, sendo substituído por Chris "Hate" Haight).
Os Viletones foram um meteoro destruidor que durou (a formação original) por cerca de dois anos apenas. Nesse período, conseguiram chamar a atenção da imprensa, com vários artigos publicados, inclusive na Europa, sobre a selvajaria promovida por eles no palco.
Também fizeram uma apresentação no CBGB, ao lado dos Diodes(Canada), The Curse(Canada) e dos Teenage Head, estes últimos considerados os Ramones Canadianos.
Em termos de gravações, lançaram dois vinyl singles. O primeiro, Screamin' Fist, saiu em 77, e o segundo, Look Back in Anger, em 78. Pouco depois desse segundo ep, o baixista Sam Ferrara, ex-The Ugly, entrou no grupo e Chris Haight assumiu a segunda guitarra.
Quando os Viletones parecia que iam tomar um rumo, sem muitas explicações, três dos integrantes originais da banda saíram, deixando Nazi Dog e Sam. Pompeii, Haight e Anderson juntaram-se ao baterista John Hamilton (que tocou com os Diodes em sua fase inicial) para formar o The Secrets, com um som menos agressivo. O novo projecto não deu em nada, e ainda deram fim à mais original banda que surgira em Toronto desde a invenção do rock'n'roll.

Uma das bandas mais rufias da música punk

For a band that had such a bad reputation, this is a really a melodic Pop influenced record.
The Ugly were one of the earliest Punk bands from from Toronto’s east end.
They formed in 1976 as The Rotten, but changed their name to "The Ugly" when they realized Johnny Rotten had already claimed the name. Being the loudest, and one of most intimidating bands of the Toronto underground, they earned the moniker "hoodlum rockers".
One of the bands biggest problems was, at least one of them were constantly in trouble with the law, or in jail. They would often play places off the beatin path to avoid the police, and singer Mike Nightmare would wear disguises, such as a black leather mask or big yellow sunglasses to conceal his identity. As they put it, the band disbanded in 1978 as a result of the never ending chaos. In 1996 Other Peoples Music released a 17 track disc of material recorded in 1977 called "Disorder," that you can pick up . I read, singer Mike Nightmare passed away The next year while in jail. In all, The Ugly appeared on The "And Now Live From Toronto, The Last Pogo comp from 1978",This Single, and a few more recent releases of older material, including a video titled,"The Last Pogo recorded in 1978, released in 2008. The band reunited in 2007.


Um dos bons singles da Stiff Records



http://rapidshare.com/files/166507774/larrywallisSOTDpolice.rar


Pois é amigos, este senhor fez parte dos Pink Fairies, e ainda gravou um àlbum com os Motorhead em 1978, o àlbum «On Parole».
Aqui temos um single dele a solo que por sinal contém um tema que eu adoro, Police Car.
Curioso também, é o facto dos Motorhead terem gravado algumas versões dos Pink Fairies, «City Kids» por exemplo é uma delas.

Punk rock dos anos 70 made in Irlanda do Norte



Tracks
1. dance
2. 20th century
3. survival
4. deprived
5. killer on the street
6. bitch
7. defective breakdown
8. conscription
9. casualty
10. we don't care
11. live in pain
12. head on collision
13. metal walls
14. thoughts
15. dance (single version)
16. guilty conscience
17. brutality (original)
18. survival (single version)
19. brutality (2nd version)
20. suspicious minds
21. song for mark walker
22. know about you

Um bocadinho de história...





Os Pere Ubu são uma banda que conta a voz de David Thomas o único membro constante da banda desde a sua formação em 1975. David Thomas era um crítico musical que escrevia sob o pseudónimo Crocus Behemoth nome que iria acompanhar na sua carreira. David Thomas ou melhor Crocus Behemoth resolveu fazer parte daquilo que vinha a escrever e fundou então os Rocket From The Tombs uma banda que só durou um ano mas mesmo assim foi considerada como uma grande influencia do Proto Punk. Depois do final precoce dos Rocket From The Tombs Thomas e Peter Laughner guitarrista dos RFT decidiram-se juntar a outros nomes e assim formar os Pere Ubu. O nome Pere Ubu veio de uma peça escrita pelo frânces Alfred Jarry. De uma banda vinda dos Estados Unidos em plenos anos setenta seria de se esperar que tivesse envolvida com o movimento Punk que se fazia sentir em quase todos os cantos do panorama musical americano da época. Mas não o som feito pelos Pere Ubu era pouco convencional e fugia aquilo que se poderia chamar Punk pelo menos ao Punk mais convencional. Fazer uma dissertação sobre o som desta banda seria possivelmente um trabalho hercúleo. Embora o primeiro álbum da banda The Modern Dance seja um álbum de garage rock o estilo da banda não se resume ao garage. O seu som possui imensas esquinas onde se podem encontrar géneros tão distintos como krautrock alemão ou surf rock dos anos 60. Os Pere Ubu foram associados ao post-punk antes de haver uma palavra capaz de descrever esse género musical. Os Pere Ubu continuam até hoje em digressão embora o único músico da formação original seja David Thomas. É a boazona da Blondie (Debby Harry) num dos vídeos postados.Os Pere Ubu passaram por Portugal em 2008, mais precisamente pela Casa da Música,na bela cidade do Porto.

Gimme Gimme Proto Punk!!!

Banda seminal do proto punk por onde passaram alguns dos futuros Dead Boys, o guitarrista Cheetah Chrome e o baterista Johnny Blitz por exemplo.
Podem ouvir alguns temas tocados pelos Rocket From The Tombs, que mais tarde seriam conhecidos como temas dos Dead Boys. Bom, só por estarem relacionados com a melhor banda punk de todos os tempos, merecem ser ouvidos. ehehe

UMA P-U-T-A BANDA !!!


http://rapidshare.com/files/360290628/SonVinTetors.rar

OK MAIFRIENDS, DEIXO-VOS AQUI MAIS UM BOM MATERIAL PARA FAZEREM DOWNLOAD.
ESTE DISCO É PARA AMANTES DO BOM PUNK ROCK 70´S , NA MESMA LINHA DOS DEAD BOYS. PARECE QUE VAI SAIR DENTRO EM BREVE UM DVD SOBRE OS TESTORS.
IMPORTANTE TAMBÉM MENCIONAR QUE SONNY VICENT,VOCALISTA DOS TESTORS JÁ PASSOU POR PORTUGAL, MAIS PRECISAMENTE POR TORRES VEDRAS.
SE ALGUÉM SABE QUAL FOI A BANDA PORTUGUESA QUE ABRIU PARA ELES QUE SE ACUSE. FICA AQUI UM QUIZ GAME PARA OS NOSSOS LEITORES.

Single O-B-R-I-G-A-T-Ó-R-I-O !!!


A MELHOR COISA QUE PODIA TER ACONTECIDO FOI O FIM DOS SEX PISTOLS...
«COBRETTI DIXIT»
PORQUE...
STEVE JONES E PAUL COOK SÓ DEPOIS DESSE FIM É QUE SE REVELARAM GRANDES MÚSICOS E TODOS OS PROJECTOS EM QUE ESTIVERAM ENVOLVIDOS POSTERIORMENTE, BATEM AOS PONTOS O MATERIAL QUE OS PISTOLS GRAVARAM.
ALIÁS STEVE JONES É MUITO MAIS VOCALISTA QUE O ROTTEN.
AS MELHORES MÚSICAS DOS PISTOLS NEM É O ROTTEN QUEM CANTA, SILLY THING QUEM CANTA É PAUL COOK E LONELY BOY É STEVE JONES QUEM SE ENCARREGA DAS VOZES, E É UM VISLUMBRE DO QUE ELE E COOK VIRIAM A FAZER LOGO DEPOIS ( PROFESSIONALS).
AQUI TEMOS A PROVA DOS NOVE !!!



Ok amigos, aqui temos mais um bom àlbum para download, espero que seja do vosso agrado.
Desta banda fazia parte o lendário Jeff Dahl (Angry Samoans, Vox Pop, Jeff Dahl Group) .
Para mais informações sobre esta banda,é favor visitarem o myspace destes camaféus :

Jeff Dahl (Powertrip) aqui com Cheetah Crome(Dead Boys) na guitarra a tocarem uma cover dos Stooges do tema 1970.

Curiosamente bandas como Damned e GBH tocam também esta cover, mas com o nome de «I Feel Alright» .

Então bandas japonesas a tocarem esta versão, é de se perder a conta.

Neste vídeo temos Jeff Dahl mais Stiv Bators (Dead Boys e Lords of New Church) a interpretarem um clássico do ALice Cooper.

Rock das Cadeias: Agosto 2010
Get your own Box.net widget and share anywhere!