domingo, agosto 22, 2010

Reportagem sobre Festival Brenha a Arder

Ontem foi segundo dia do Festival Brenha a Arder, onde os Cyco Lolitas substituiram os Vietkongs ou qualquer merda do género no cartaz.
A primeira banda do festival foram os Cyco Lolitas que têm uma baterista na banda, o que é sempre bom de assinalar.
É porreiro ver mulheres a envolverem-se na música. O som deles era muito inspirado no hardcore dos Suicidal Tendencies do começo, e em mais alguns nomes do hardcore americano.

De seguida vieram os Zundapp Speed Kings, no myspace a banda não soa tão bem, mas ao vivo são uma banda que tem piada e possui bastante energia.
Tocam um rock xunga cantado em português numa linha de NZZN . O guitarrista ritmo (Possessus), estava completamente possuído e bebâdo demais, e caíu para cima do amplificador desligando o som por duas vezes, à segunda foi mandado sair do palco pelo vocalista da banda. Aleluia!!!
E finalmente o concerto deles pôde prosseguir sem mais falhas técnicas e demoras.
Zundapp Speed Kings foram das bandas mais engraçadas do Festival. O guitarrista solo deles toca comigo nos Legion of the Sadists e o vocalista deles é o organizador do certame Brenha a Arder, desde já um obrigado público por toda a simpatia e atenção dispensada a mim e aos Legion of the Sadists, correu tudo super bem.
A comida e bebida do Festival estavam óptimas, adorei a feijoada e o vinho tinto .

Um Bem- Hajas Beto !!!

Depois acho que vieram os Cães Danados, nem vou dizer nada acerca deles porque não vi o concerto, fiquei lá fora a fumar umas ganzas e a beber e a conviver com o pessoal da minha banda. Estavamos no aquecimento ...
Depois seguiram-se os Amazing Flying Pony, o som deles era mais virado para a New Wave e por vezes para a cena Indie, a vocalista tinha uma voz que lembrava-me a Beki Bondage dos Vice Squad.
O som era bem tocado e a banda possuí qualidade, mas são uma banda cuja sonoridade não faz parte das minhas preferências.
A vocalista deles dava era uma boa vocalista de punk rock, a voz dela lembrava-me X-Ray Spex, Avengers, Penetration, ou Vice Squad.
Os v8 Bombs surpreenderam-me muito, e ao vivo brilham.
Tocam bem e fazem um rock n´roll á abrir na linha de Motorhead.
No myspace têm temas antigos que não ilustram a qualidade e a verdadeira força da banda, por isso fiquei surpreendido e impressionado com o concerto deles. Nota 10 !!!

O mesmo não posso dizer dos Black Bombaim, se bem que o som destes era mais na onda de Black Sabath, doom e por vezes experimental. Não têm vocalista e acho que isso prejudica sériamente a banda, por vezes o som torna-se enfadonho, sobretudo nos temas com maior duração. Musica apenas instrumental só gosto de música surf ou de música clássica.
Depois fomos nós a tocar, apresentei os Legion of The Sadists, e tive a minha estreia como vocalista da banda. Ainda brinquei e disse que íamos lá tocar umas baladinhas de rock, depois falei a verdade e disse que estávamos ali para pregar o evangelho do punk rock.
Não decepcionámos, mas é prejudicial eu ainda não saber as letras todas e ter de recorrer a cábulas coladas no palco, letras que um punk qualquer quando subiu ao palco, pisou e rasgou sem querer. No final do nosso concerto deu-lhe qualquer cena na telha e rasgou mesmo as letras todas. ahaha
No encore apenas tocámos a malha antiga chamada Nazty Venus/Ela é tão Nazi, hoje em dia é o novo título da música e trata sobre uma relação sado masoquista.
Acho que démos um bom concerto mas que podemos e vamos fazer bem melhor nos próximos concertos quando eu tiver com mais ensaios em cima.
Apenas tive 3 ensaios até à data do concerto, por isso eu precisei de ter as letras todas coladas no chão do palco.
Assim que eu interiorizar as letras também vou conseguir cantar bastante melhor e com uma técnica vocal mais apurada e mais solta também. No final só me pediam pra tocar temas da minha outra banda , como por exemplo A minha Lili Marlene ou a cover dos Aqui D´el Rock ( esta então nunca a tocámos ao vivo), pedido que era impossível ser correspondido.
Futuramente vamos tocar o Casino isso podemos prometer, é uma malha fodida, além de ser um tema que encaixa bem no reportório dos Legion of the Sadists.

Tiraram-nos bastantes fotos e em breve irei públicar algumas delas pelos myspaces e aqui no Blog também. De seguida tocaram as Baton Rouge, se no começo o concerto me prendeu a atenção por serem temas mais punk rock, mais a meio perdi-a quando começaram a tocar cenas mais electro e incluíram orgão. Não é definitivamente a minha onda, o som electro.

Houve ainda muito circo na residencial onde ficámos instalados e tiraram-me umas quantas fotos a fazer merdas à GG que me vão fazer dar umas risadas valentes.

O vocalista dos Dokuga estava presente no festival e ofereceu-me o split cd deles com Motornoise que foi editado recentemente, e sinceramente gostei bastante do que ouvi.
Dokuga no género Crust Punk, na minha opinião é das melhores bandas do género em Portugal.
Destaco do cd os temas Tempo de Lutar e Velha Senhora, são Crust Punk bem esgalhado.
A banda hoje em dia bebe mais influências no Crust da Suécia, e o som está numa linhagem mais à Driller Killer. No começo era mais básico e crú o som da banda, e bebiam mais influências às bandas do Crust Japonesas. O tema da demo «Cicatriz» continua ainda assim a ser o meu tema preferido da banda. Se bem que estes temas do cd estão muito mais bem tocados e a produção está excelente. São uma banda que eu gostava de ver ao vivo .

Os Motornoise viajam por sonoridades mais punk rock, no entanto mais rock n´roll punk agressivo e por vezes até a dar para o punk mais core.
Melhoraram bastante neste cd, o àlbum de estreia deles não estava tão bem produzido.
Também há alguns temas na parte do Cd dos Motornoise que merecem destaque.
Aconselho os nossos leitores a encomendarem este split cd ás bandas porque merece bem a pena ser ouvido.

«Dizem que é Rock é bom, dizem que tenho o diabo no corpo...»

Zundapp Speed Kings

2 Comments:

Blogger Nunowarkid said...

Gostei bastante do vosso concerto, apesar de ter chegado em cima da hora para vos ver (visto ter ido por estradas secundarias á pala de estar bastante embriagado e quem se mete por atalhos...,...), e para ser sincero não parecia que a banda tinha assim tão poucos ensaios. Gosto das músicas em Português, apesar de não desgustar em Inglês, mas assim a coisa está mais crua e quanto a mim mais directa ao pessoal, que mais um bocado começam a entoar os refrões.
Força nisso e não deixem que a máquina arrefeça, metam outra abaixo e gaz nisso que o vosso som está poderoso.
Abraço

12:23 da manhã  
Blogger Alex said...

Boas ppl,

Fica aqui o link da actuação das Cyco Lolitas em áudio para quem estiver interessado.

http://www.megaupload.com/?d=U12Q6I4A

Abraço,

Alex
CYCO LOLITAS

1:33 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

Rock das Cadeias: Reportagem sobre Festival Brenha a Arder
Get your own Box.net widget and share anywhere!