segunda-feira, novembro 21, 2016

CD EP de 5 Temas dos Cavalaria 77 ( a ser editado brevemente)


sábado, novembro 19, 2016

Programa de punk rock da rádio Ocidente em 1989:



Este programa era uma cassete que eu tinha há muito cá em casa e acabei por disponibilizar ao Joaquim Pedro, assim como outras pérolas e raridades do punk nacional. Um obrigado ao JP por disponibilizar estas pérolas na internet.

LP de Crise Total


Foi editado aqui há tempos, um LP com os dois concertos do Rock Rendez Vous  que circularam em cassete na década de 80. De salientar, que a banda estava no seu auge neste período. Por isso, é uma compra apetecível e obrigatória. A Crise continua... e a culpa é toda tua...

Álbum de Patrulha do Purgatório a caminho...



A banda que junta elementos de Mata-Ratos( Miguel Newton na voz) e Clockwork Boys (Zé Abutre, Túlio Maravilha e Juvenal Caveira) está prestes a lançar cá para fora o seu álbum de estreia. Cá esperamos ansiosamente por ele na redacção.

Clockwork Boys - Deusa do Submundo (Cantigas de Escárnio e Maldizer 2016 2xCD Digipack)



Encomendas através da Cobra Kai Records ou pelo gmail da banda:

clockworkboys@gmail.com


segunda-feira, novembro 07, 2016

Marion Cobretti - Viver à Margem 7" single vinyl



« Chegou-nos à redacção um embrulho envolto em folhas velhas do semanário o "Crime", poder-se ia pensar que dali não vinha coisa boa. Desembrulhando a "prenda" surge-nos o primeiro a single a solo do Marion Cobretti, vocalista dos já afamados clockwork boys. Após primeira audição, "Viver à margem" é um levantar de voz a todos aqueles que querem tornar o punk objecto de estudo catedrático.
Em nota de rodapé, o Punk não se encaixa em nenhuma cartilha e o single do Cobretti está aqui para o provar. Se o tema título é uma chapada de pura alta voltagem rock n roll sem lugar a contratempos nem pausas para matutar sobre existencialismos bacocos, o que flui aqui é realidade à flor da pele.
A rotação não esmorece, continuando em alta voltagem na outra margem (leia-se lado B), onde nos encontramos com a turma do 77, barricada num beco a defender com unhas e dedos o PunkRock no tema "Rouba Também".
Por mais contrariedades que possam existir,sejam os canhões de água da bófia, ou os críticos do costume, nada consegue vergar a turma do 77. Malha flipada com uma guitarra a estrilhar por todos os lados, aqui e acolá auxiliada por um piano atrevido que vai soltando uns lás e uns dós, inflamando o refrão com um punhado de palavras de combate.
Se pusesse este tema no "buraco negro", iríamos ser teletransportados até um final de tarde no Verão de 1978, para a porta do Dramático de Cascais, teríamos pedras da calçada em ambas as mãos e os dentes torcidos de raiva por não haver Punk- Rock, o resto seria uma história que nunca mais esqueceríamos.
A tiragem do single é reduzida, segue as premissas da lei da oferta e da procura, não há lugar a excedentes, logo a curva da elasticidade que se dane, quem encontrar o Cobretti em algum canto sujo desta terra (isto lembra-me a música do seriado Zé Gato) peçam-lhe uma cópia do single, porque este pedaço de vinil vai ficar na tribuna dos melhores registos Punk-Rock editados cá no burgo.»
 

(André Nascimento) in O Alfinete Fanzine.
Marion Cobretti- Viver à Margem 7" vinyl transparente Cobra Kai Records 2015.

Clockwork Boys com novo àlbum em dose dupla este mês de Novembro.



"Os Clockwork Boys são sinónimo de agitação, desconformismo e de por o dedo na ferida. Socialmente rebeldes levam a sua música e voz carregados de Punk e Rock sem meias palavras. Desta vez, reunidos em formato duplo, juntam a sua herança sonora num só registo. "Cantigas de Escárnio e Maldizer" e "A Dor Passa, O Ódio Fica" demonstram o porquê do sangue quente
continuar a correr nas veias desta banda!".


Podem encomendar pelo gmail da banda:

clockworkboys@gmail.com 

15€ cd duplo em digipack.

Distribuidores temos preços de revenda.
Rock das Cadeias: Novembro 2016
Get your own Box.net widget and share anywhere!